Um Consórcio para melhorar a educação do Pará: um caminho possível?

Sem dúvidas, o programa que está sendo implementado via consórcio junto à Leme Engenharia e à Herkenhoff & Prates, com o objetivo principal de ampliar a capacidade de gestão e coordenação técnica do Escritório de Projetos do Programa de Melhoria da Qualidade e Incremento de Cobertura da Educação Básica do Estado do Pará, é uma experiência que não poderíamos deixar de dividir. Para contar esta história, de um projeto implementado em dois anos (2017 e 2018) e financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, convidamos três profissionais que estão vivendo o desafio na pele.

“Em 2017 nosso desafio foi alavancar os processos de aquisição e implementar um novo modelo de gerenciamento dos projetos educacionais e de infraestrutura, de modo a garantir o cumprimento das metas de execução físico-financeira assumidas junto ao BID e ao Governo Federal.

Contratamos quase U$60 milhões em novos investimentos, que elevaram os recursos comprometidos do Programa de 26,5% para 65,3%. Isso criou um ambiente de confiança e maior sinergia entre as equipes.

O foco de 2018 será na qualificação das estratégias de atuação e monitoramento, visando a sustentabilidade dos projetos após o fim do ciclo de financiamento. É preciso romper o ciclo da descontinuidade das políticas públicas e consolidar a rede de educação paraense em um novo patamar.”

Bruno Sendra de Assis

Andreza Adami

Leonardo Petrus

Consórcio Pró – Educação