Programa Litoral Transparente encerra mais um ciclo de formação em Controle Interno

No dia 02 agosto, o Programa Litoral Transparente encerrou o ciclo de formação em Controle Interno para servidoras e servidores de seis municípios paranaenses (Antonina, Guaratuba, Matinhos, Morretes, Paranaguá e Pontal do Paraná).

Sob a orientação da articuladora local e especialista em Governo Aberto, Vanessa Menegueti, as servidoras e os servidores desenvolveram projetos de acordo com a realidade do município para melhorar o Controle Interno na gestão pública local. Para isso, por meio da aprendizagem prática, foram realizados 6 encontros presenciais em cada município, onde os participantes mapearam os desafios do território e propuseram formas de solucioná-los. 

Servidores de Guaratuba

Os projetos desenvolvidos caminharam no sentido de padronizar a fiscalização de contratos, desenhar novos fluxos de licitações, estabelecer melhor planejamento para as atividades de compras e orçamentos, sistematizar estoques e implementar processos digitais de gestão da informação e ouvidoria geral do município. Diversas secretarias foram envolvidas neste processo e as cidades já contam com servidoras e servidores mais capacitados e conscientes da importância de se aperfeiçoar o controle interno no município.

Servidores de Antonina

O encerramento do ciclo de formações em controle interno foi publicizado por todos os municípios com eventos que contaram com a presença de Prefeitos, Secretários Municipais, Vereadores, servidores públicos e representantes da sociedade civil para que pudessem conhecer os projetos desenvolvidos pelos servidores e servidoras participantes e, assim, traçar estratégias para futuras implementações. Na oportunidade, o município de Antonina foi prestigiado com a videoconferência de Diogo Gustavo Beppler, assessor jurídico da Federação Catarinense de Municípios (FECAM), que pôde dividir experiências de transparência pública ocorridas em municípios de Santa Catarina.

Servidores de Matinhos

Em Guaratuba, durante o evento de fechamento, tivemos a presença de José Rafael Corrêa, Secretário Executivo da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI), e Sabrina Furlani, Agente de Controle Interno da AMMVI, que compartilharam avanços obtidos na região e as atividades de transparência e controle interno encampadas pela associação juntos aos municípios. O encerramento na cidade de Matinhos teve também a presença de Edson Luiz Gelinski de Faria, Controlador Geral do Município de Pinhais, Lincoln América de Souza Rodrigues, Subcontrolador de Normas e Informações Gerenciais de Pinhais, e Priscila Alvina Martins Kosloski, Subcontroladoria de Auditoria Geral, que dividiram a experiência de 16 anos de Controladoria Geral no município de Pinhais e o sistema de controle interno que recebe reconhecimento nacional por sua qualidade.  

Servidores de Morretes

“Encerramos essa etapa, respeitando as particularidades de cada município e ampliando as possibilidades de utilizarem as agendas de transparência e controle interno como caminhos concretos para o aperfeiçoamento da gestão pública”, contou Vanessa Menegueti.

Servidores de Ponta do Paraná

O Litoral Transparente também formou servidoras e servidores no tema Transparência, ciclo que foi encerrado em abril deste ano. O Programa é uma iniciativa da Escola de Políticas Públicas e do Instituto Ethos, com patrocínio da Techint Engenharia, e alcançou em um ano, com suas atividades, mais de 100 servidoras e servidores por todo litoral paranaense.

Ainda em agosto, serão realizadas mentorias em Controle Interno para aprimorar os projetos de aprendizagem e também intercâmbios para outros municípios para fomentar a troca de práticas e experiências em Governo Aberto.