Capacidade de identificar demandas da sociedade: o primeiro passo para construção de um Governo Aberto

A agenda de Governo Aberto cada vez mais mostra ser uma tema potente na gestão municipal, ao integrar participação, transparência e integridade para aprimorar as políticas públicas. No entanto, para que seja implementado, é fundamental que os canais de atendimento ao cidadão sejam, cada vez mais, aprimorados.

Para isso, conhecer quais são esses canais, que tipos de demandas recebem e quando devem ser acionados são capacidades fundamentais para todos servidores públicos. No dia __ de março, durante uma das atividades do “Programa Governo Aberto”, realizado pela Agenda Pública junto a Prefeitura de São Sebastião o tema explorado refletiu uma necessidade dos próprios servidores entenderem sobre as diferentes demandas que chegam às ouvidorias e secretarias.

Conhecer os canais corretos de demandas dos cidadãos foi o grande objetivo do encontro. Além da presença dos servidores que são pontos focais da Prefeitura e atuam como multiplicadores do Programa dentro da gestão, os ouvidores (Geral, da Guarda Municipal e do Hospital) estiveram presentes e debateram casos concretos que chegam à Prefeitura com frequência.

Reclamações, sugestões, elogios de serviços públicos e denúncias… A partir da identificação coletiva de cada um dos casos ilustrativos, houve um grande esforço para explicitar as diferentes demandas que surgem no dia a dia das ouvidorias, desenvolvendo a capacitação dos servidores para que indiquem o canal adequado aos cidadãos.

“O encontro foi muito produtivo. É importante os servidores saberem para que serve cada canal das Ouvidorias, pois agiliza o trabalho de todos os envolvidos”, disse Vilson Costa Júnior, Ouvidor-Geral de São Sebastião.

Laila Bellix, coordenadora do Programa Governo Aberto, reiterou a importância da relação entre cidadão e gestão pública. “Na medida em que o servidor sabe identificar o que é essa demanda e para onde ele precisa encaminhá-la, naturalmente melhora a relação que o cidadão tem com a Prefeitura. Ele passa a confiar mais, aprimorando também o papel do servidor.”

A atividade marcou a primeira vez que os ouvidores compartilharam suas experiências com esse grupo de servidores e, de acordo com levantamento de impressões realizado pela Agência Pública ao final da atividade, cerca de 95% avaliaram positivamente a metodologia e a abordagem do encontro.

ENTENDA VOCÊ TAMBÉM

As ouvidorias geralmente são divididas em canais (Geral, Saúde, Hospital e Guarda), e estão abertas para receber reclamações, denúncias, sugestões e elogios. Quando se trata do pedido de alguma informação sobre políticas públicas e dados mais específicos, o cidadão deve ser encaminhado diretamente para o site da Prefeitura no sistema de acesso à informação, conhecido como e-sic.

Recém-aprovada, a Lei Nº 13.460, de junho de 2017, é um dos grandes instrumentos que regulamentam a participação, a proteção e a defesa dos direitos do usuário dos serviços públicos da administração pública. Clique aqui e conheça.

Facilitação gráfica sobre as ouvidorias: geral, da guarda e da Saúde, em São Sebastião.